Wednesday, December 19, 2007

Banda Madrasta {Rock Alternativo}


Geração monotonia

Andando pelas ruas de uma cidade vazia
É que se vê a geração monotonia
Caras com caras
(com caras ou sem)
Onde não há sonho pra nimguém
Eu não vou

Eu não vou
Atracar na solidão
Entrar nessa multidão
Andando pelas ruas de uma cidade vazia

É que se vê a geração monotonia
Caras com caras
(com caras ou sem)
Os velhos não saudam mais nimguém
Eu não sou

E nem vou
Atracar na solidão
Entrar nessa multidão
Me leve daqui...

para outro lugar
Onde você não possa ir...
E nem me encontrar
Vivendo na Geração Monotonia

Vivendo na Geração Monotonia
Morrendo com essa pura nostalgia
Vivendo na Geração Monotonia...





SZ:O Speed Zine vai fazer quatro anos qual sua opinião ?
r : Acho que eh uma ótima coisa.. afinal de contas.. nos apoia muito.
Que tal uma cervejada?
SZ:Qual é a formação atual?
r : Enzo (guitar/vocal) Wande (guitar) Felipe (baixo) Leonardo (batera)
SZ:Quais as influencias de cada integrante?
r: Temos influencias de tudo que e boa musica
SZ:Qual a maior influencia da banda apenas uma?
r: Rock anos 90, ja q se justifica em uma influencia apenas.
SZ:Defina o que é uma banda ?
r: Depende, pode ser desde um bando de idiotas mauricinhos tentando se mostrar quanto caras que precisam da musica para viver, coisa que os completa, que os faz sorrir quando os outros gritam seus nomes e cantam suas musicas... Banda alem de tudo sao alguns caras em um corpo sincronizado e perfeito.. o retrato da nossa geração tem que estar nessas musicas, sendo assim feitas pelos caras mto loucos que compoem a banda :D
SZ:Como se sustenta a banda no mercado nacional?
R: Vendendo a alma.
SZ:Comente a cena independente do Brasil?
r: Desesperadora.
SZ:Como será o mercado musical daqui a 10 anos?
r : Venderão musica composta por computadores.. sem vida, idieologia..como diz Adolf Huxler em "Adimiravel Mundo Novo", musica sintetica.
SZ:O que é preciso para ter sucesso?
r: Se eu soubesse eu ja seria famoso vc não acha?
SZ: Quais os projetos para 2008 ?
r: Conseguir saber o que é preciso para ter sucesso.
SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela midia?
Como você vê o Rock nacional?
r: O rock sempre foi os 2 .. desde o começo. Parabens aos espirituosos (ou ingenuos) que acham que o rock nunca sera isso. Vocês tem a sorte que eu perdi.
SZ:Qual o futuro do Rock?
r: Bom.. se eu acreditasse realmente em previsoes, eu não esperimentaria, não valeria a pena saber meu proprio futuro.
SZ: Onde tocaram e qual foi a reação do publico?
r: Desde ódio e antipatia, ate sexo e amor. Ainda bem que alguem nos odeia!
SZ: Porque Madrasta ?
r: Por que afinal de contas.. não somos sua mãe somos? Somos sua madrasta... entramos no lugar da "Mãe Pátria".
SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?
r: Você gosta? Você quer? VOCÊ PODE!!! Só você pode decidir isso, não escute quem diga o contrario.
SZ: Considerações finaisr:
Se você não gostou do que eu falei, escute nossas músicas e passe raiva.
Fernando Carvalho
Speed Zine

Friday, December 14, 2007

BANDA ALAPADA_Aracaju-Sergipe


BANDA ALAPADA


Conhecia o zine ?
R: Não;

Comente sua visita no zine?
R: Através da internet que conhecemos o Speed Zine;

Nome da Banda ?
R: ALAPADA;

Gênero ?
R: Somos uma banda com muitas influências no nosso som, mas a raiz é Rock;

Cidade/UF ?

R: Aracaju-Sergipe;

Ano de fundação ?
R: 2001;

Discografia R: Diversidade(2005) e Fazendo Valer(2007) ;

MP3 para Download R: www.bandasdegargem.com.br/alapada , www.tramavirtual.com.br/alapada
, www.myspace.com/bandaalapada ;

Breve release
R: http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=1474287&tid=2562232421981579796&start=1







SZ:O Speed Zine vai fazer quatro anos qual sua opinião ?
r : Damos os parabéns, pois sabemos da importância de zines na cena independente e como é trabalhoso, que venham mais 4 + 4 + 4 e 4 anos;

SZ:Qual é a forma ção atual?
r : Naná Escalabre - Vocal
Julio Fonseca - Bateria
Evandro Schiruder - Guitarra
Jamesson Santana Baixo
;

SZ:Quais as influencias de cada integrante?
r: São várias do MPB até o Metal, passando pelo clássico, folclore, funk e hardcore:

SZ:Qual a maior influencia da banda apenas uma?
r: é impossível;

SZ:Defina o que é uma banda ?
r : é uma extensão da família;

SZ:Como se sustenta a banda no mercado nacional?
R: Através de shows e venda de cds;

SZ:Comente a cena independente do Brasil?
r: A cena independente está cada vez maior, com a facilidade de gravar e divulgar suas músicas, a internet é uma das responsáveis, mas com certeza para se destacar tem que ter honestidade qnto ao seu trabalho e muito suor;

SZ:Como será o mercado musical daqui a 10 anos?
r : Cada vez mais independente, cada artista cuidando de todo o processo;

SZ:O que é preciso para ter sucesso?
r: Correr atrás com muita honestidade;

SZ: Quais os projetos para 2008 ?
r: então, estamos residindo em São Paulo, vamos divulgar o nosso novo cd,FAZENDO VALER, lançar nosso DVD, que já está gravado, fazendo com que o nome da banda ALAPADA se firme no cenário nacional;

SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela midia? Como você vê o Rock nacional?
r: O rock sempre vai ser uma filosofia de vida, evoluindo com o passar do tempo, e sempre houve e haverá manipulação da mídia, cabendo ao artista ter identidade. O rock nacional está numa fase muito produtiva, surgindo ótimas bandas;

SZ:Qual o futuro do Rock?
r: é ser sempre ROCK;

SZ: Onde tocaram e qual foi a reação do publico?
r: Já tocamos em vários lugares, dividindo o palco com grandes bandas nacionais, tais como: O Rappa, Titãs, Tihuana, Nação Zumbi, entre outras e sempre ficamos surpresos com a receptividade do público;

SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?
r: Acredite no seu sonho e corra atrás;

SZ: Considerações .
Agradeçemos pelo espaço aberto e deixar o nosso convite para a galera conferir a banda ALAPADA no www.myspace.com/bandaalapada
e prestigiar nossa comunidade no orkut
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1474287 .




Fernando Carvalho
Speed Zine


.

Wednesday, December 12, 2007

JACK E OS ESTRIPADORES



LANÇAMENTO NACIONAL DO SINGLE: "AÇÚCAR E VENENO"

A BANDA JÁ DISPONIBILIZOU A MÚSICA DE TRABALHO DO NOVO CD AÇÚCAR E VENENO

SZ: O Speed Zine vai fazer quatro anos qual sua opinião?
r: É UM SINAL DE QUE VEIO PRA FICAR!

SZ: Qual é a formação atual?

r: ÂNGELO VOZ E GUITARRA, RICARDO GUITARRA, RODRIGO BAIXO E MARCUS BATERIA

SZ: Qual as influencia de cada integrante?
r: ÂNGELO: ROCKABILLY, SURF 60'S, PUNK ROCK OLD SCHOOL, RICARDO: PUNK ROCK E HARD CORE, RODRIGO: HARD CORE, PUNK ROCK E MARCUS: PUNK ROCK, ROCKABILLY, SURF INSTRUMENTAL

SZ: Qual a maior influencia da banda apenas uma?
r: RAMONES

SZ: Defina o que é uma banda?
r: DIVERSÃO, DESCONTRAÇÃO, EMPENHO, FORÇA DE VONTADE, AMIZADE, TRAGO...

SZ:Como se sustenta a banda no mercado nacional?

R: AOS TRANCOS E BARRANCOS... DIVULGANDO PELA WEB, GRAVANDO DE FORMA TOTALMENTE INDEPENDENTE... TENTANDO SE SOBRESSAIR

SZ: Comente a cena independente do Brasil?
r: PRA QUEM TEM GRANA E NÃO TRABALHA FICAR VIAJANDO PELOS FESTIVAIS DO BRASIL PARECE SER BEM LEGAL... PRA QUEM TRAMPA 12 h POR DIA É DIFERENTE

SZ: Como será o mercado musical daqui a 10 anos?
r: TALVEZ INVERTA RADICALMENTE. VOLTE O SAUDOSO VINIL. RETORNE A FASE ROMÂNTICA DA COISA...

SZ:O que é preciso para ter sucesso?
r: SORTE, LUGAR CERTO NA HORA CERTA, PADRINHOS IMPORTANTES, UMA PITADA DE TALENTO (NÃO PRECISA MUITO), SER BONITO E TER DINHEIRO...

SZ: Quais os projetos para 2008 ?

r: GRAVAR COISAS NOVAS (ISSO É UM VICIO)

SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela mídia? Como você vê o Rock nacional?
r: DESDE QUE COMECEI A CURTIR ROCK FUI NA CONTRAMÃO DO MERCADO... SEMPRE CONTRA A MARÉ, ESCUTANDO O QUE É BOM PRA MIM E NÃO O QUE É RENTÁVEL PARA AS GRAVADORAS E ETC...

SZ:Qual o futuro do Rock?

r: FALANDO SOBRE AS BANDAS QUE ESTÃO NA MIDIA: COMO TENHO CERTEZA QUE JAMAIS TEREMOS OUTRO ELVIS PRESLEY OU BEATLES, VEJO COM TRISTEZA, POIS SÃO MUITAS CÓPIAS E MAIS CÓPIAS MAL FEITAS DE NADA QUE PRESTE. QUEM SABE ALGUMA ALMA ILUMINADA TRANSFORME ESSE QUADRO PESSIMISTA. JÁ NO MUNDO UNDERGROUND INDEPENDENTE TEM MUITA COISA BOA. É SÓ PESQUISAR NO MYSPACE

SZ: Onde tocaram e qual foi à reação do publico?
r: ÚLTIMO SHOW FOI EM CAXIAS DO SUL/RS E APESAR DO PEQUENO PÚBLICO FOI BEM LEGAL... CONVERSAR COM AS PESSOAS E CONHECER GENTE NOVA É O MAIS INTERESSANTE DE TUDO.

SZ: Porque JACK E OS ESTRIPADORES?
r: PQ É ROCK HONESTO, SINCERO E SEM MUITA FRESCURA. FAZER MÚSICA É UMA COISA COMPLICADISSIMA... BOLAR UMA LETRA QUE TRANSMITA ALGO É DIFICILIMO... E QUANDO OBSERVAMOS ALGUÉM EMPOLGADO COM NOSSA MÚSICA É RECOMPENSADOR , POIS CONSEGUIMOS ATINGIR O OBJETIVO

SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?
r: ARRUME AS PESSOAS CERTAS. DIVIRTA-SE, MAS TAMBÉM LEVE A SÉRIO! O TEMPO DOS OUTROS TAMBEM É PRECIOSO...

SZ: Considerações finais.
r: AGRADECER O SPEED ZINE PELO ESPAÇO CEDIDO.

Site: www.myspace.com/jackeosestripadores

E-Mail: jackeosestripadores@hotmail.com


Fernando Carvalho

S.Z.



Friday, December 07, 2007

SHAPIROS


Release Shapiros

Um grito de desabafo

por Leonardo Lopes

Foi de uma conversa despretensiosa de adolescentes que nasceu a banda Shapiros. Tinham entre 16 e 18 anos e adoravam ir para shows e festas de rock. Certo dia, Vagner (baixo) comentou com os amigos Jhow (guitarra), Valter (guitarra) e Oseías (vocal) se topariam em montar uma banda. Entretanto, não sabiam tocar nem um instrumento e por isso entraram todos juntos em uma escola de música e aos poucos foram aprendendo. Depois de muitos arranhos e ensaios surgiu os Entorpecentes. Gostavam de fazer cover e não tinham a intenção de tocar profissionalmente. Depois de dois anos resolveram mudar o nome para Ato de Expressão e gravar seu primeiro cd demo Voz do Povo.

Bem mais arrojada e com muito mais experiência, a banda paulista tocou em diversos lugares de destaque do cenário underground em São Paulo no interior, entre eles estão: Hangar 110, Woodstok, Varal da Cultura, na cidade de Barueri, entre outros. Ato de Expressão, em 2001, participou de alguns eventos de música como o Festival Modular da Anhembi Morumbi, organizado pela Brasil 2000, e o Festival de Rock de Assek e em meio a várias bandas participantes ficou em 5º lugar. O estilo musical ia do rock ao blues, entre várias influências, destacam-se Camisa de Vênus, Golpe do Estado, Ira, Inocentes, Sepultura, Iron Maiden e Metallica.

No Final de 2003, Ato de Expressão passou por uma fase de reestruturação ficaram um período sem fazer shows. Dessa forma, surgiram vários boatos sobre o fim da banda. Entretanto, estavam elaborando um novo álbum, com novas músicas e bem mais planejadas. Suas letras são um desabafo, falam de suas experiências de vidas untadas a críticas políticas e sociais. Com este novo trabalho resolveram mudar de nome e trocar de baterista. Agora com Shapiros e com produção de Heraldo Parmam, ex-guitarista do Ultrage a Rigor, a banda vem com força total e quer dar o melhor para seu público o melhor do rock.

O som da banda passa por varias vertentes do rock nacional e internacional.

A Banda que esta lançando de forma Independente.
O Cd que foi produzido por Heraldo Parmaam ex Ultraje a Rigor.








SZ:O Speed Zine vai fazer quatro anos qual sua opinião ?

r : cara se tivesse mais zine com essa atitude as banda de garagem não ficaria sem divulgação.

SZ:Qual é a formação atual?
r : A banda é Formada por: Valter moura -Guitar Jhow -Guitar Vagner Moura - Baixo Oséias Fernandes - Vocal Willian -Batera

SZ:Quais as influencias de cada integrante?
r: Influências: Raul Seixa , Golpe de Estado , Sepultura, Metallica, Pantera, Ira, Rage Against The Machine, etc.

SZ:Qual a maior influencia da banda apenas uma?

r: RAUL SEIXA

SZ:Defina o que é uma banda ?

r: CASAMENTO

SZ:Como se sustenta a banda no mercado nacional?
R: UM MERDA SO MERCENARIO QUERENDO ESFOLA AS BANDA NOVA COM ESSA PORA DE VENDER INGRESSO PRA TOCA SÃO TODO FILHA DA !!!!!!!!!!!!

SZ:Comente a cena independente do Brasil?
r: TEM MUTIAS BANDA BOA NO CENARIO FALTA OPRTUNIDADE PARA ELAS

SZ:Como será o mercado musical daqui a 10 anos?

r : ???????????????????????????

SZ:O que é preciso para ter sucesso?
r: SUOR, CORRERIA , FORÇA DE VOLTADE POR É FODA VELHO E O PRINCIPAL TEM UM SOM DE QUALIDADE.

SZ: Quais os projetos para 2008 ?
r: GRAVA MAIS UMA MUSICA NOVA E TOCAR MUITO

SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela midia? Como você vê o Rock nacional?
r: DEPENDE DO PONTO DE VISTA DE CADA UM.

SZ:Qual o futuro do Rock?
r: CARA ESSA PERGUNTA É FODA TEM MUITA MODA QUE VEM E VAI.

SZ: Onde tocaram e qual foi a reação do publico?
r: CARA POR ENQUANTO SEMPRE POSITIVA ESPERO QUE SEJA ASSIM

SZ: Porque SHAPIROS?
r: SHAPIROS

SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?
r: CARA O PRINCIPAL ESCOLHER OS CARA CERTO FAZE O CASAMENTO ESTUDAR PARA SAIR UM SOM E BEM TOCADO. E O MAIS PRINCIPAL DE TODOS AMAR AQUILO QUE VC FAZ.

SZ: Considerações finais .
r: VALEW RAPAZIADA PELO ESPAÇO TAMOS JUNTO AE ATE.

Site :www.shapiros.com.br

E-Mail :producao@shapiros.com.br
S.Z.
Fernando Carvalho

Tuesday, December 04, 2007

MOTORA

Tudo comeou em 2002 do encontro entre a vocalista Ivy, o guitarrista Marcio, o baixista Helio, o baterista Hugo e o tecladista Ronaldo que mais tarde, deixaria a banda. O grupo passa a apresentar-se em diversas casas e eventos culturais e, em 2004 grava seu primeiro single, produzido por Egypcio vocalista da banda Tihuana. Em 2005, o Motora toca no RocknRoll Party patrocinado pela Rdio 89 FM, abre o show da banda Tihuana em Santos, participa do show beneficente para Sociedade So Miguel Arcanjo de Crianas em Barbacena - Minas Gerais juntamente com as bandas Tihuana, Leela e Caballero, participa do debate Sexo, drogas e baladas tocando ao vivo no programa Cadulaque na ALLTV (primeira TV via Internet do mundo). Ainda em 2005, a banda foi selecionada entre 2.500 outras para participar do Festival Claro que Rock, fazendo a abertura do show da banda inglesa Placebo no Credicard Hall para um pblico de 7.000 pessoas No final de 2005, a vocalista Ivy deixa o grupo. A banda ento se tranca em estdio, compondo novas msicas e fazendo testes com vrios vocalistas a procura de algum que realmente viesse integrar a sua engrenagem. Atravs de um site de bandas e msicos, o vocalista PH convidado para fazer um teste e, com a sua chegada, estava fechada a formao, iniciando-se a nova fase da banda. Em 2006, a banda apresentou-se no evento Rock nos Trilhos no Espao Cultural CPTM. Atualmente participa do Projeto Ensaio Aberto tocando em escolas pblicas do Estado e trabalha de forma independente na produo de seu novo CD. Motora, o feminino de motor, fora que move sem ser movida. Com influncias do Rock, do Pop e da msica underground nacional e internacional, o som da banda um rock urbano com sonoridade moderna, arranjos vigorosos e letras fortes em portugus sobre poltica e cotidiano. Motora a expresso criativa do imenso prazer em dividir nossa msica com o mundo...

SZ:O Speed Zine vai fazer quatro anos qual sua opinião ?
r : ótimo. É uma prova de competência muito grande, parabéns

SZ:Qual é a formação atual?
r :Ph vocais, Marcio guitarra, Helio baixo, Hugo bateria

SZ:Quais as influencias de cada integrante?
r: è muito vasta: vai desde os clássicos da MPB, passando pelo rock nacional; tanto clássico como atual, e chegando às bandas mais novas com: MUSE, INCUBUS, SYSTEN OFF A DOWN, E ETC

SZ:Qual a maior influencia da banda apenas uma?

r:talvez INCUBUS

SZ:Defina o que é uma banda ?
r:é uma entidade quase que religiosa

SZ:Como se sustenta a banda no mercado nacional?
R:trabalhando muito e acreditando no seu trabalho

SZ:Comente a cena independente do Brasil?
r: nunca esteve tão boa, ou seja, agora temos uma cena independente no Brasil, mas muito seletiva e implacável, só os competentes sobreviverão

SZ:Como será o mercado musical daqui a 10 anos?
r :creio que cada vez mais as bandas e os artistas se auto gerindo

SZ:O que é preciso para ter sucesso?
r:trabalho, informação, humildade e perseverança

SZ: Quais os projetos para 2008 ?

r:fazer com que o MOTORA se firme cada vez mais no mercado nacional

SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela mídia? Como você vê o Rock nacional?
r:Pra nós do MOTORA é uma filosofia de vida sim, mas pra algumas bandinhas talvez seja mais um cabelinho legalzinho e um rostinho bonitinho. A mídia hoje faz o que sempre fez tenta empurrar qualquer coisa que eles acreditem guela abaixo da mulekada, mas a mulekada está muito esperta com isso, aja vistas os shows que o MOTORA faz, eles enlouquecem. Está muito chato, as bandas muito iguais com umas letrinhas de merda, falando sempre do seu próprio umbigo

SZ:Qual o futuro do Rock?
r:vida eterna

SZ: Onde tocaram e qual foi a reação do publico?
r:insana, quem já conhece enlouquecem e quem não conhece vira fã

SZ: Porque MOTORA?
r: É o feminino de MOTOR , segundo Aristóteles é uma força que move sem ser movida.

SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?
r:estudem música, se informem, se antenem em coisas novas, mas sem esquecer as coisas boas do passado, trabalhem bastante, acreditem, e seja sempre humildes.

SZ: Considerações finais .
r: Muito legal a iniciativa, e espero que no ano de 2008 sejamos pessoas muito melhores que o ano de 2007, e sempre nos lembremos que não vivemos sozinhos neste mundo, por isso temos que cuidar dele e dos seres vivos que vivem nele muito bem. Fiquem com Deus, e um grande abraço a todos.

Site : www.bandamotora.com

E-Mail : marciomenechini.som@ig.com.br

Msn : marcio.meneka@hotmail.com

Speed Zine
Entrevista feita por

Fernando Carvalho

.

Tuesday, November 27, 2007

Banda Pleiades



DIA 13/07/07 LANÇOU O SINGLE "FREEDOM"- UM ALERTA DA VIOLÊNCIA ATUAL CONTRA NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES

ABRIU SHOW DO DEEP PURPLE EM BH

FICOU EM 9º LUGAR ENTRE 1100 BANDAS DO MUNDO NO CONCURSO "THE NEXT BIG THING" DA RÁDIO BBC DE LONDRES

DETONOU NO ROÇA'N ROLL AO LADO DO SEPULTURA

TOCOU EM BRASÍLIA NO BRASILIA MUSIC FESTIVAL MOTO AO LADO DAS BANDAS STEPPENWOLF, DR. SIN. VELHAS VIRGENS, FREJAT

DIA 3/11/07 A PLEIADES COMEMOROU 2 ANOS COM UM SHOW EM BH AO LADO DO VOCALISTA ANDRÉ MATOS

08/12
11:00h
grátis
MOTORCYCLE ROCK FESTIVAL
sítio ROCK 'N RACE
Taubaté/SP
14/12
18:00h
R$20,00
Orquidea Rock Festival
Fazenda de Turismo Rural - REFÚGIO DO LAGO
Lages/SC
02/12
17:00h
R$25,00
Pleiades e Velhas Virgens!!
OFICINA DE EVENTOS
OFICINA DE EVENTOS (ao lado da rádio Galáxia) - Coronel Fabriciano/MG


SITE
www.pleiades.art.br



Fernando Carvalho
S.Z.


Sunday, November 11, 2007

O Coice







Coice! teve início em dezembro de 1999 com a finalidade de oferecer diversão nos finais de semana aos integrantes e amigos face a escassez de lazer fornecida pela capital country do país a seus jovens residentes. Em 2002 com a saída de um de seus integrantes o Coice! foi reduzido a um power-trio sendo esta formação mantida até hoje. Depois de alguns anos de estrada a vinda de um cd com composições da banda foi inevitável. O Coice! tem por objetivo tocar, se divertir e fazer música independente de qualquer rótulo que possa surgir que não apenas rock, qualquer que seja sua vertente. Fazer rock em Barretos é como escalar o Everest, e o Coice! é um alpinista que jamais desistirá.

Contato

http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=12547219092836852810

ouTelefones:017-9144.0984 ( sandro )017-3323.3559 ( sandro )017-3324.4132 ( goi )017-9134.4883 ( goi )

E-mail coicebarretos@hotmail.com
ou
ocoice@bol.com.br


Comunidade do Coice!:


http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=3481527

Agradecemos e muito esse espaço ao Speedzine, em especial ao Cascara Sagrada
e a todos que nos acompanham.
Esperamos no próximo Rock Fest estarmos em Catanduva quebrando
tudo e mostrando nosso trabalho.
Abração também ao Terror Cult
( João e Junim - companheiros de bastidores e copo aqui no Barretão ).
Paz, Saúde e Rock and Roll galera!


Conhecia o zine ?
R: Sim, tomamos conhecimento do zine por intermédio de amigos já faz algum tempo.

Comente sua visita no zine?
R: A primeira visita foi realmente uma surpresa. Não sabíamos que na vizinhança havia um movimento consistente de bandas e principalmente, interligadas virtualmente. Somos uma banda nova na net, nosso tempo era aquele de zine comprado via correio! Ficamos felizes em ver mais um espaço aberto a bandas independentes e parabenizamos o blog pelo tempo de vida e desejamos vida longa!
Nome da Banda ?
R: Coice!
Gênero ?
R: Depois de várias discussões entre os membros da banda para caracterizar nosso som face a quantidade de influências absorvidas durante toda a estrada, opinamos que o Coice! é apenas Rock.
Cidade/UF ?
R: Barretos – SP ( Woodstock dos cowboys / Fuck)
Ano de fundação ?
R: 1999
Line up? (Formação da BANDA)
R: O Coice! é composto por Goi ( guitarra / vocal ), Rodrigo Meirocas ( bateria / backing ) e Sandrão ( baixo / backing ).
Discografia
R: Cd “Utopia” , gravado em julho 2006 no Lips Estúdio em Barretos - SPNome da musica R: Citaremos três que estão no nosso cd. É só clicar nos links abaixo para download. Para ouvir o cd todo vá ao nossos links abaixo do release ok? As três são : Kosmos, Eu vou ali, Utopia.


MP3 para Download R:

Kosmos:



Eu vou ali, mas eu volto já:



Utopia:





Speed Zine

Fernando Carvalho

Wednesday, October 31, 2007

COLLISION RECORDS



Gravadora Virtual



Catálogo

Brazilian Sabor - Brazilian Tribute to Faith No More Vol. 1 (2004)




Brazilian Sabor - Brazilian Tribute to Faith No More Vol. 2 (2004)




Fodata - Ep vol 2 Carícia para os Tímpanos (2006)




Fodata - Ep vol 1 As únicas fotos sinceras são as de natureza morta (2005)




Fodata - Demo Sessions 02.04.2004 (2004)




Panzer - Inside (1999)




Panzer - The Strongest (2001)




[C.O.A] Circle Of Agony - First Fucking EP (2005)


Bootlegs


Todo mês um bootleg de bandas consagradas selecionado exclusivamente pela equipe da CollisionRecords para você baixar com direito a capinha personalizada e qualiadade imbatível. Baixe agora!


http://www.collisionmusic.com.br/cast.html

Um selo que tem a banda DxOxRx no cast


confira esta super banda

http://www.myspace.com/dxoxrxdis



Fernando Carvalho
Speed Zine

Tuesday, October 16, 2007

Pão com Cebola no Splash rock Bar




Pão com Cebola












No dia 27/10




Banda formada no final de 1999 na cidade de Catanduva interior de SP.A banda inicialmente influenciada por bandas punks e hardcore.No inicio a banda tocava sons covers de Ramones,Misfits,DFC,Garotos Podres e muitas outras desse mesmo genero. No ano de 2000,já conhecida como Pão com Cebola começa a criar suas proprias musicas, e contando com um novo membro da banda (Leandro)que entra como baixista, pessoa que começou a compor as primeiras musicas da banda como por ex: (marcha para liberdade). Atualmente a banda lança sua demo com 13 faixas contendo as musicas antigas e novas, trabalho esse que repercurti positivamente na região interiorana de sp abrindo portas para mostrar seu trabalho que lhe rendeu apresentaçoes ao lado de importantes bandas que fazem parte do cenario punk rock Brasileiro e principalmente o respeito e o carisma de seu fiel publico. os integrantes são:Marcelo( Di)- bateria Juliano (Braw)- vocal Alex (Gordo)- contra baixo Andersom (Magrão)- guitarrano Splash rock Bar SÁBADO 27/10/07


A PARTIR DAS 21HS NO SPLASH ROCK BAR



RUA PADRE ILDEFONSO NR 64/ METRÔ TIETÊ - SÃO PAULO/SP




COM AS BANDAS;

DUO FOLK - folk rock




IAN - alternativoSTW - rock




PÃO C/ CEBOLA - punk rock




TRÊS PONTOS - rocksom próprio e atitude!!



DOMINGO 28/10 Á PARTIR DAS 12HS, NA TRIBE HOUSEDROPS INDEPENDENTES COM AS BANDAS




SatineKenny


Radiocore


WassupOfel


Arials


Pão com Cebola


Greenwich


Ártigo


Má influencia


Metrópole


D-ToxDrama


INCMenna


Opostos


Front Line


Bagacera


Monkey


Busine$$


Awkward shoes


Juturna


Sentido Litoral


Av Henrique Shaumman 517, Pinheiros São Paulo SP


Brasil Aí galera... vai rolar uma van, maiores informações


com Magrão no telefone; 35216781



Speed Zine




Fernando Carvalho

Saturday, October 13, 2007

Gaia e Banda


Rock protesto
Tudo começou com a Banda Redgaia, formada no início de 2002 na cidade de Macapá-AP. A Banda, com menos de 2 meses de formada já se classificava para o seu primeiro Festival: O Festival Semp toshiba da Rádio Transamérica de São Paulo, sendo a única representante da região Norte. No mesmo ano, a Banda participou do Festival Sescanta Amapá, com a música: A lei de Deus, Sendo a única música do gênero Rock a entrar num Festival desse porte.Em maio de 2003, a Banda começou uma série de Tributos a bandas famosas. O primeiro foi o Nirvana Live, Realizado no SESC- Araxá, com mais de 700 pessoas. No final do mesmo ano, a Banda engrenou de vez no mundo cover e Realizou o Tributo aos BEATLES, no teatro das Bacabeiras, na cidade de Macapá. O show teve tanto sucesso, que foi repetido também no ano de 2004 ...em 2007...o trabalho de Gaia pode ser conferido pelo Site:




Contatos:

91 3225-1190 Belém

96 9124-6393 Macapá

21 9951-1905 Rio de Janeiro
Fernando Carvalho
Speed Zine


Friday, September 28, 2007

SCUD -Metal | Parnaíba/PI

Gênero:
Brazilian Rock Band

Ano de fundação:
1990

Discografia:
“Lampião” (DT, 1991), “Shout” (Compacto, 1993), “Shut Eyes” (Cd-promo, 2004), “Clouds taken by the wind” (Cd, 2006). Nome da música:- Face to Face- Neither Priest Nor Demon- Silence

MP3 para Download:

- Face To Face

http://www.scudband.com/downloads/music/SCUD_Face_To_Face.mp3

- Neither Priest Nor Demon

http://www.scudband.com/downloads/music/SCUD_Neither_Priest_Nor_Demon.mp3

- Silence

http://www.scudband.com/downloads/music/SCUD_Silence.mp3

Quando a Guerra do Golfo é deflagrada no Oriente Médio em meados dos anos 90, na capital do Estado do Piauí explode a banda SCUD, que veio quebrar as barreiras da cultura regional e definir um estilo que passava despercebido, mas que envolvia jovens por todo Brasil e nomeava grandes bandas nacionais e internacionais. No decorrer de seu curso, a banda vem obtendo vitórias e a mais recente delas foi o lançamento do álbum "Clouds Taken By The Wind".

Entrevista feita por
(Fernando Carvalho )

SZ: Speed Zine vai fazer três anos, qual sua opinião?
FAWSTER TELES: À medida que ficamos mais velhos nosso trabalho tem a tendência de se consolidar cada vez mais e creio que seja o mesmo que esteja acontecendo com o SpeedZine.

SZ: Qual é a formação atual?
FT: Marcelo Alelaf (guitarra e vocal), Fabio Nasc (bateria) e eu, Fawster Teles (baixo).

SZ: Quais as influências de cada integrante?
FT: Somos uma banda bem eclética e em termos de influências pessoais o campo é bastante abrangente, mas no geral gostamos muito de Slayer, Metallica e Sepultura ... musicalidades mais extremas como Cannibal Corpse, Deicide e Malevolent Creation, bem como outras mais alternativas como Dead Can Dance, Danzig, Rage Against the Machine entre outras ... Somos caras com um gosto musical bem apurado, cada um com suas particularidades e preferências.

SZ: Qual a maior influência da banda? Cite apenas uma.
FT: Gostamos de muitas bandas, e não poderíamos citar apenas uma como influência principal do SCUD, até mesmo porque, apesar de ouvirmos de um tudo, procuramos sempre a nossa própria identidade.








SZ: Defina o que é uma banda?
FT: Banda é um grupo de pessoas que lutam pela realização de um ideal comum e que estão dispostos a fazer sacrifícios em prol da causa.
SZ: Como se sustenta a banda no mercado nacional?
FT: Shows e merchandising. Com essa crise do CD, esse artefato passou a ser um simples cartão de visitas. Mas acima de tudo, a banda tem que se organizar se profissionalizar e respeitar para poder ser respeitada.
SZ: Comente a cena independente do Brasil?
FT: A cena independente no Brasil está cada vez mais forte, com ótimas bandas, cenas fortes em muitas cidades, zines, mags, labels, pubs etc. A um curto prazo, as coisas só tenderão a melhorar cada vez mais...
SZ: Como será o mercado musical daqui a 10 anos?
FT: Espero que bem melhor do que é hoje em dia.
SZ: Que é preciso para ter sucesso?
FT: Perseverança e Acreditar fielmente naquilo que você é capaz, sabendo “abrir as portas certas” nos “momentos certos”.


SZ: Quais os projetos para 2007?
FT: Há planos de fazer mais shows em outras regiões do país e com isso fortalecer cada vez mais o nome SCUD em território nacional. Temos o esqueleto de várias músicas que irão compor nosso próximo álbum que virá mais expressivo do que “Clouds taken by the wind”, mais trabalhado, até mesmo porque as coisas tendem para esse lado.
SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela mídia?
Como você vê o Rock nacional? FT: Digamos que é um pouco de cada. Hoje em dia não basta você ter talento e ter uma “lataria” bonita, tem que trabalhar muito fora do palco também ... A associação desses dois itens não são tudo, mas ajudam mais de 50% para uma banda se sobressair nesse cenário rock and roll que temos hoje em dia.
SZ: Qual o futuro do Rock?
FT: O Rock para mim é algo ilimitado, e por isso, fica difícil dar um palpite sobre o que será ele daqui a algum tempo...
SZ: Onde vocês já tocaram e qual foi a reação do público?
FT: Temos feito muitos shows no estado do Piauí como um todo, mas tocamos também no Wacken Open Air – Seletiva em Salvador/BA (abril/2007) conseguindo a terceira colocação. Sempre procuramos dar o melhor de si e temos tido uma ótima receptividade por parte do público que tem se mostrado fiel ao trabalho do SCUD. Isso, verdadeiramente nos dá fôlego para sempre darmos mais um passo nessa que é a estrada da música pesada brasileira.

SZ: Porque SCUD?
FT: Vem do próprio nome SCUD que significa “nuvens levadas pelo vento”.

SZ: Deixe alguma mensagem para quem está formando ou pensando em formar uma banda de rock?
FT: Seus pais sempre lhe disseram para você estudar bastante para ser um médico, advogado ou presidente da república, e você sempre ignorou tudo isso e sempre se jogou na estrada do rock and roll???? ... hehehee ... Fez ótimo! Pois o rock and roll precisa de pessoas que metem a cara, sem medo, pessoas que arriscam não só pelo prazer próprio, mas pelo fato de promover o prazer de quem está lá na frente do palco pirando e cantando as suas músicas. Sejam perseverantes e acreditem em si mesmo. A estrada do Rock And Roll não é moleza ... e quem não se adaptar “samba”! HUAhuAHUHAuHAuHAA ....
SZ: Considerações finais. SCUD: Queria agradecer em nome do SCUD pela oportunidade que o SpeedZine está nos oferecendo em expressar e divulgar um pouco mais nosso trabalho. Muito obrigado a força e nos encontramos na “Winds Tour 2007” em novembro, em São Paulo.
S.Z.

Thursday, September 06, 2007

IMUNES





Banda de Bebedouro-SP com influência rock/grunge.


SZ:O Speed Zine vai fazer três anos. Qual sua opinião ?
r : Um veículo de comunicação que apóia e abre espaço para banda independentes merece só elogios. Parabéns pelo terceiro aniversário. Desejo que continuem fazendo o belo trabalho que já vêm realizando ajudando ainda mais as bandas independentes.

SZ:Qual é a formação atual?
r : A banda apresenta atualmente os seguintes integrantes: João Tostes nos vocais, Rafael Musa na guitarra, Gustavo Pontelli na bateria, Pablo Nicolela no contra-baixo e Sérgio Barbosa na guitarra.


SZ:Quais as influencias de cada integrante?
r: João Tostes: Cássia Eller, Los Hermanos, P.J. Harvey, Queens of The Stone Age e Legião Urbana.
Rafael Musa: Eric Johnson, Faiska, Frank Solari, Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii, Pearl Jam e Iron Maiden. Gustavo Pontelli: Dave Mathews Band, Metallica, Van Halen, INSX, Europe. Pablo Nicolela: Pearl Jam, Alice in Chains, Rage against the Machine, Soundgarden, The Who. Sérgio Barbosa: Incubus, Alice in Chains, Pearl Jam, Legião Urbana, Stereophonics.

SZ:Qual a maior influencia da banda apenas uma?

r: Pearl Jam.

SZ:Defina o que é uma banda ?

r: Uma banda é, antes de tudo, um conjunto de amigos em prol de um ideal, seja ele sucesso, glamour, divertimento, ou qualquer outro. Além disso, banda é uma empresa que apresenta seus empregados trabalhando no melhor trabalho que existe. Necessita planejamento, investimento, dedicação e comprometimento, além de muitas doses de paciência.

SZ:Como se sustenta a banda no mercado nacional?

R: Com amizade, atitude e perseverança. As dificuldades são grandes. Apesar de muitos discordarem e não assumirem este posicionamento, muitas pessoas de bandas de diferentes estilos acabam atrapalhando o trabalho de outros os excluindo de festivais ou escondendo contatos de caso de shows e produtores de eventos. Sinto que amizade entre as bandas deva ser maior, pois somente a ajuda mútua permitirá o sucesso do trabalho de todos, seja ele local ou global. Por isso o Rock Fest está de parabéns, por permitir acesso a todas as bandas do cenário rock, independente do estilo nele inserido (Metal, Grunge, Hard Rock, Rock and Roll, etc).


SZ:Comente a cena independente do Brasil?

: Como citado acima: é um cenário sobrevivente, perseverante, mas sem a união devida. È formado por bandas independentes agindo independentemente.


SZ:Como será o mercado musical daqui a 10 anos?

r : É claro que houve uma transformação do mercado musical ao longos dos anos. Há 12 anos atrás, por exemplo, tínhamos CDs que eram relíquias para nós. Emprestar um CD era algo complicado, pois ele era nossa única fonte musical de um determinado artista. Com isso, uma banda podia faturar muito com as vendas de CDs sem realizar muitos shows, como o caso da Legião Urbana que realizou poucos shows na Turnê do CD V. Hoje em dia isso já começa a se tornar algo distante. O mundo virtual nos permite ter a coletânea toda de uma banda em minutos e, se precisarmos de espaço no HD, sabemos que podemos apagá-la do computador, pois conseguiremo-la novamente muito facilmente. As bandas, então, estão vivendo mais das suas apresentações ao vivo e, pelo que vemos, as suas musicas funcionam, na internet, fortemente como um meio de conhecimento e divulgação da banda. Acreditamos que isso tende se intensificar fortemente com os anos.

SZ:O que é preciso para ter sucesso?

r: Para ter sucesso no trabalho sabemos que é preciso muita dedicação, perseverança, humildade, comprometimento, satisfação no que está fazendo e uma pequena grande dose de inovação. Com a música não é diferente.


SZ: Quais os projetos para 2007?

r: Estamos trabalhando em músicas próprias da banda e acreditamos que no final do ano teremos um acervo legal de músicas. Muitas pessoas nos nossos shows perguntam se temos algum single e apesar de já termos várias músicas em andamento, a dificuldade de realização de ensaios da banda nos impediu finaliza-las como gostaríamos.


SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela midia? Como você vê o Rock nacional?

r: O Rock Nacional se divide em vários campos. Há quem diga que o Rock Nacional seja formado por bandas como Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii, Titãs, Pato Fu, Nenhum de Nós, Cachorro Grande, Jota Quest, Charlie Brown, CPM 22, NX Zero, etc. Há quem diga que o rock nacional é formado pelas bandas independentes neste cenário. A influência da mídia nos coloca numa situação de separação daquilo que é vendável e daquilo que não é. O Rock Nacional é vasto e, sem dúvida alguma, uma filosofia de vida. Engloba todas as bandas independentemente do seu sucesso ou não. Não podemos esquecer que todas as bandas que hoje fazem sucesso na mídia eram no início bandas locais e sem expressão.


SZ:Qual o futuro do Rock?

r: Viver para sempre. Sua história já mostrou que é um estilo sem comparação.

SZ: Onde tocaram e qual foi a reação do publico?
Como foi tocar no Rock Fest?
r: Dentre os lugares que já tocamos o Rock Fest foi um lugar diferenciado. Tocamos numa noite na qual as bandas que se apresentaram antes da gente tocavam músicas no estilo Trash Metal, o que nos fez mudar o repertório na hora de modo a manter o som da noite o mais pesado possível. A resposta do público foi maravilhosa. Tocar no Rock Fest foi incrível.


SZ: Porque Imunes?

r: Há várias razões. Uma delas e talvez a mais significativa para nós diz respeito a história da banda. A banda durante todo o seu percurso enfrentou muita dificuldade e influências de todos os tipos. Porém, apesar de toda a pressão, mantivemos nossos ideiais e nunca mudamos nossa postura musical. Fomos imunes às influências negativas e estamos firmes até hoje.

SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?

r: Se estão pensando parem de pensar e comecem a fazer. Montem logo uma banda e enriqueçam nosso cenário rock nacional.

SZ: Considerações finais .

r: Agradecemos muito a oportunidade de tocar no Rock Fest e de participar desta entrevista muito enriquecedora para nós. Esperamos voltar mais vezes.


Site : em construção.


E-Mail : bandaimunes@gmail.com

S.Z.
Fernando Carvalho

Thursday, August 16, 2007

Superphonia / SP







SZ:O Speed Zine fez três anos qual sua opinião ?


r : Carlos: É bem legal veículos como o Speed Zine durarem assim, pois eles são um ótimo meio de divulgação para as bandas independentes. Além de ser difícil manter essas publicações.Valmir: Só tenho a parabenizar, agradecer a oportunidade e sua existência e ajudar de alguma forma para que continue por muitos e muitos anos!




SZ:Qual é a formação atual?


r : Eu, Carlos Fazano na guitarra e vocal e o Valmir Binder na bateria e vozes. Estamos contando com o Thiago Bergoci no baixo como músico contratado.




SZ:Quais as influencias de cada integrante?


r: Carlos: Oasis, Sex Pistols, Stone Roses, The Who, Coldplay, The Verve, Beatles, Stones, Stooges.Valmir: Beatles, KISS, The Who, Metallica, Camisa de Vênus, Titãs.




SZ:Qual a maior influencia da banda apenas uma?


r: Oasis




SZ:Defina o que é uma banda ?


r: Carlos: Banda é como um emprego. Você tem que investir grana em ensaios, gravações, divulgação, etc. É como montar uma empresa e ter que tocar pra frente, enfrentando muitas dificuldades. Mas por outro lado tocar numa banda é a melhor coisa do mundo. O problema é que a maioria dos músicos só querem a diversão e esquecem que é preciso trabalho para uma banda tentar chegar em algum lugar.Valmir: Eu diria que é como um casamento, ou qualquer outro relacionamento entre pessoas com pontos em comum, ou como o Carlos disse, como uma empresa. À partir do momento em que você entra numa banda e perceba que os demais integrantes levam à sério, você tem duas opções: assume ou some. As dificuldades, os gastos, os ensaios são recompensados quando subimos no palco e temos a resposta do público. É demais!




SZ:Como se sustenta a banda no mercado nacional?R: Somos totalmente independentes. Corremos atrás de shows e tudo mais por nossa conta. Participamos de programas de TV de internet, rádios comunitárias, etc. Nos mantemos num meio Indie por assim dizer. Agora estamos com a ajuda do Marcelo Dantas que está sendo nosso Manager e pretendemos am ampliar mais ainda os contatos da banda.




SZ:Comente a cena independente do Brasil?


r: Eu acho uma cena muito desconexa. Falta um movimento aglutinador que faça as bandas se unirem num movimento só, como foi o Brit-pop nos anos 90 e outros movimentos que surgiram no passado, aqui e lá fora. Se algo assim surgisse, todas as bandas, organizadores de festivais, promoters do bares, todos, ganhariam muito mais força.




SZ:Como será o mercado musical daqui a 10 anos?


r : A tendência é ele ficar cada vez mais virtual. As gravadoras vão ter que repensar seus meios com o advento do Ipod, mp3 player e downloads na internet.




SZ:O que é preciso para ter sucesso?


r: Persistência, merecimento. Sorte. Estar nos lugares certos, nas horas certas, encontrar pessoas dispostas a sair do anonimato e que joguem pro time.




SZ: Quais os projetos para 2007?


r: Carlos: Estou compondo bastante músicas novas. Devemos começar a ensaiar repertório novo em breve para apresentarmos em shows e gravar.Valmir: E claro, fazer muitos e muitos shows!




SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela midia? Como você vê o Rock nacional?


r: Carlos: O Rock está sendo feito, no mainstream, por pessoas que vem de classe alta. Perdeu aquela rebeldia de classe trabalhadora, de gente querendo mudar valores, mudar sua vida através do Rock. As bandas hoje em dia estão sem carisma, se repetindo, tocando por tocar. O Rock está politicamente correto demais e as pessoas se esqueceram que o Rock é uma música rebelde. O mundo, o Brasil então, está cheio de problemas, que poderiam ser apontados pelo Rock, mas ao contrário, parece que vivemos num mar de rosas. Precisamos de ídolos que façam o Rock ser o que sempre foi.




SZ:Qual o futuro do Rock?


r: Carlos: Se continuar como está, não vejo muito futuro.Valmir: Se abrirem os olhos e darem ouvidos ao que o underground têm a dizer, é possível uma “reciclagem”. Mas do jeito que está, bandas se copiando sem mostrar novidades, não há muito oque fazer.




SZ: Onde tocaram e qual foi a reação do publico?


r: Carlos: Tocamos no Rockfest e tivemos uma recepção maravilhosa do público. Uma das nossas melhores platéias. Queremos voltar em breve. Tocamos com tesão, amamos o que fazemos e quando o público é receptivo há algo assim, o show vira um momento mágico.Valmir: O Carlos se referiu apenas à Catanduva, onde sem dúvida a resposta do público foi algo maravilho, mas também tivemos ótimo retorno em vários lugares, como no Rio de Janeiro (Saloon 79), Guarulhos e várias casas da capital paulista.




SZ: Porque Superphonia?


r: A banda inicialmente tinha o nome de Supernova. Porém, havia outra banda com o mesmo nome e tivemos que mudar. Assim como existe o som “mono” (monophonia), o “stereo” (stereophonia), porque não o Superphonia?




SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?


r: Carlos: Se você quer chegar em algum lugar, é preciso muito trabalho, muito ensaio, muita determinação, se envolva com pessoas que tem vontade, crie um som legal.Valmir: faça algo diferente, NOVO.Não desista, pois o que você mais vai encontrar são dificuldades. Dificuldades essas, que quando superadas, te fazem crescer.Então, lute, vá em frente. Vasculhe a vide de seus ídolos. Descubra os ídolos de seus ídolos. Com exceção de raros e contestáveis exemplos, todos começaram do ZERO.




SZ: Considerações finais .


r: Um grande abraço ao pessoal de Catanduva que esteve no nosso show aí e que fez esse ser um momento especial para nós. Foi um prazer.








E-Mail :






SZ: Diga algo a Catanduva.


R: Adoramos a cidade, adoramos o público. E continuem apoiando as bandas de Rock!




SZ: Esta foi a primeira vez que tocou no Rock Fest. Qual sua opinião?


R: Carlos: Foi um dos nossos melhores shows. Bem organizado. Valmir: Maravilhoso. Valeu à pena esperar. Assim como quando tocamos no RJ, saímos de São Paulo com a única certeza de subir no palco e dar o nosso melhor. O retorno do público foi bárbaro.




SZ: Gostaria de voltar para tocar em Catanduva na Estação Cultura no evento de nome Estação Alternativa?


R: Carlos: Com o maior prazer.Valmir: Não só nesse evento, como em muitos outros onde houver oportunidade!






S.Z.


Fernando Caravalho






Sunday, August 05, 2007

BREEDING FEAR / RIO DE JANEIRO/RJ








Banda formada em meados de 2004 por Leandro Rodrigues e Marcos Uchôa com a proposta de diversão. Com o tempo a coisa foi ficando mais séria, com a oportunidade de gravar sua 1º demo o BREEDING FEAR mostra ser capaz de seguir em frente e largar o que seria apenas uma brincadeira. Já com a Demo gravada, com 3 músicas de um doom/death autêntico e pessoal, com letras que abordam a religião e guerras...


Gênero ?

R: DEATH/THRASH METAL

Ano de fundação ?

R: 2004Line up? (Formação da BANDA)

R: LEANDRO RODRIGUES - GUITARRA / AGUSTO "SHIRIU" - VOCAL / DANIEL OLIVEIRA - BAXIO / WELCY CASSIANO - BATERIA

DiscografiaR: BREEDING FEAR(DEMO) 2006 / THE BEST METAL FROM RIO VOL. INome da musicaR: WRONG WAY / WAR MACHINE / NO MORE TEARS / TOTAL INSANATY / EXTREME SOLUTION / RESSURRECTIONMP3 para DownloadR: http://www.tramavirtual.com.br/artista.jsp?id=37841http://www.bandasdegaragem.com.br/breedingfear

Breve release

R: Banda de Death/Thrash Metal iniciada em meados de 2004 por Leandro Rodrigues(guita/voz) e Marcos Uchuoa(baixo/voz), som direto e sem frescuras...gravou sua 1º demo no inicio de 2006, saindo na coletânea The Best Metal From Rio Vol. 1. Em 2007, depois de várias trocas de formação se estabiliza e trabalha p/ 2º demo ainda sem título.WebsiteR: http://www.bandasdegaragem.com.br/breedingfear

Contato


E-mailR:




Links



Comunidades




S.Z.

Tuesday, July 31, 2007

ROCK FEST 17




03/08/07

Mosca Morta

My Finix

Mahat

Disarm

Stupidays



Local: Vila Acustica /. Horário: 22:00 Preço: 05,00. Endereço: Av. Nelson Machado - 784. Bairro: Centro. Cidade: Catanduva



www.bandasdegaragem.com.br/cascarasagrada



...

Monday, July 23, 2007

ESTAÇÃO ALTERNATIVA

DIA 28/07 hrs 18:00

com as bandas:


STUPIDAYS



DOWNER SYSTEM OF A DOWN COVER






LOCAL:ESTAÇÃO CULTURA
r: Rio de Janeiro,100

Centro (17)3521-5100

A Coordenadoria de Cultura apóia os talentos independentes.





.

Wednesday, July 18, 2007

Rambones

CatanduPedra

:
Data: Domingo, Julho 22, 2007
Hora: 16:00
Local: SESC
Cidade: CATANDUVA
Detalhes:
show com a banda Rambones
entrada gratuita

entre em contato com a banda

>Blog: http://www.catandupedra.blogspot.com/




SZ:O Speed Zine vai fazer treis anos qual sua opinião ?

r : Importante pra manter a cena

SZ:Qual é a formação atual?

r : continua a formacao original

SZ:Quais as influencias de cada integrante?
r: influencias é puro Punk Rock

SZ:Qual a maior influencia da banda apenas uma?
r: RAMONES

SZ:Defina o que é uma banda ?

r: diversao e dedicação

SZ:Como se sustenta a banda no mercado nacional?
R: somos underground

SZ:Comente a cena independente do Brasil?
r: esta cada dia mais forte, mas falta muito ainda

SZ:Como será o mercado musical daqui a 10 anos?

r : imprevisivel

SZ:O que é preciso para ter sucesso?

r: ser bom no que faz e ir pra luta

SZ: Quais os projetos para 2007?

r: gravar cd e video clip


SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela midia? Como você vê o Rock nacional?

r: o rock vai de cada pessoa, é individual rock nacional esta em crescimento

SZ:Qual o futuro do Rock?

r: KEEP ROCKIN

SZ: Onde tocaram e qual foi a reação do publico?
r: tocamos em todas os cantos de Catanduva, e nas cidades de: Santa Adelia, Tabapua e Araraquara ja a reaçao do publico sempre foi boa

SZ: Porque RAMBONES?
r: tem varias vertentes pra essa resposta... rsss

SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?

r: se divirta mas tambem é preciso dedicação

SZ: Considerações finais .
r: Valeu Fernando
Site : www.rambones.com.br

E-Mail : sidneitm@hotmail.com

S.Z.

Featured Post

Cáscara Sagrada Activity Statistics

Banda Cáscara Sagrada ...